sexta-feira, janeiro 21, 2011

Dor mútua.

Sabem quando sentimos que tudo está acabado e as forças que, pensávamos ter, deixam de nos envolver e estabelecer um ponto de equilíbrio? Suponho que saibam. Eu estou bem, neste momento, estou muito bem. O que me custa, é sim, ver que há tanta gente a sofrer e a pensar que o mundo desabou. Tal como eu pensava. O apetite deixa de existir, os nervos apoderam-se de nós, o estado de espírito que, pensávamos ter, fica frágil e tudo o que nos rodeia mete confusão. E agora, mete-me a mim confusão ver que muitas, como eu, estão a passar pelo mesmo. Desculpem, mas mete-me confusão. Como é que nós, lindas e belas, nos podemos deixar abater por uns quaisquer, que muitas das vezes não são uns quaisquer mas sim, o qualquer. Somos nós que, independentemente de tudo, temos de dar a volta e aprender a contornar a situação, se somos nós que ficamos sozinhas e não conseguimos sair do buraco, então, também seremos nós que ficaremos com um alguém que nos valorize e faça valer a pena. Ou então, ficamos sozinhas, com nós próprias, e às vezes nada melhor do que isso. Deixar-nos domar pelo nosso interior e saber que somos nós quem mais vale a pena neste mundo.
E o pior de tudo, é que pior do que ter todo o nosso coração destroçado e perdido é desconhecer todos os nosso sentimentos anteriores, desconhecer a forma como nos sentíamos antes disso. Isso sim, é o pior de tudo.

Isto, na pior das hipóteses.

5 comentários:

  1. Obrigada pelas tuas palavras princesa.
    Gostei tanto deste teu texto *.* @

    ResponderEliminar
  2. Entendo mesmo , o que se passa comigo é quase o mesmo , mas com a melhor amiga -.-'
    amei o blog *-*
    estou a seguir (:

    ResponderEliminar
  3. De nada , é verdade *-*

    ResponderEliminar
  4. é verdade , tenho de aproveitar porque nem sempre me sinto assim (:
    , gostei *.*

    ResponderEliminar
  5. era mesmo , sentir-nos bem , sentir-mos felizes (:

    ResponderEliminar