sexta-feira, fevereiro 11, 2011

Hoje apetece(ia)-me ficar junto a ti. Pegar em ti, levar-te a conhecer mundos sem fundos, onde nós os dias seríamos o centro do mundo, e quiçá do universo. Oiço falar da chuva, do tempo e do frio que faz, e qualquer assunto me leva a ti. Porque será? Será porque tu estás associado a qualquer tipo de palavra? Não me admiro nada que assim seja. Admiro-me sim, de todo o nosso amor, de toda esta entrega e felicidade perante nós dois, é isso que eu quero que haja sempre, é com isso que eu quero lidar; acima de tudo é com isso que eu quero e decidi viver. Amor em vão há muitos, mas e quando se fala de amores naturais e verdadeiros? É para esses que devemos olhar, observar e aprender a fazer, ou então não. Na verdade, são esses os mais desprezados, visto que, nem todos acreditam. Eu acredito, é contigo e somente contigo que eu quero ficar. Meu verdadeiro amor.

9 comentários:

  1. um amor nunca é grande de mais para ser sentido ou vivido. :)

    ResponderEliminar
  2. de nada querida :)
    ADORO o post *

    ResponderEliminar
  3. acontece-me sempre aquilo xD
    está lindo o post, lindo mesmo!

    ResponderEliminar
  4. 10º? pois não, não é. achei por bem defender-te. ahah!

    ResponderEliminar