sexta-feira, novembro 09, 2012


O nosso amor é (in)constante. És algo que, além de roubares o coração, roubaste também a minha cabeça. O dia é tão grande para que não consiga estar sem amuar. Ora estamos bem, ora te bejo intensamente, com o calor à flor da pele, sinto o teu toque que me vai percorrendo a cara e o pescoço, e os teus lábios? Beijam-me perdidamente. E tu, nestes momentos, deixas escapar por entre pensamentos, os teus sentimentos, descobrindo eu todo o amor que tens por mim. E descubro-o hoje, amanhã, descobri-o ontem e voltarei a descobri-lo todos os dias que estiver do teu lado. Mas às vezes consegues ser a pessoa que mais me irrita, devoras-me a paciência, e metes-me a deambular pela corda bamba quando tudo o que me apetece é dar-te um grande abanão. Mas é isto, nós estamos habituados a isto, ao rato e ao gato. O nosso amor faz-nos tão bem.

20 comentários:

  1. é tão bom viver o amor.

    ResponderEliminar
  2. Que texto tão amoroso. Adoro! *
    É verdade, princesa. É difícil, mas é o melhor a fazer. :)

    ResponderEliminar
  3. é isso mesmo. obrigada princesa :')

    ResponderEliminar
  4. ohh o amor é tão lindoo :)

    ResponderEliminar
  5. mais uma vez te agradeço! beijinho *

    ResponderEliminar
  6. o amor é mesmo assim.. leva-nos o pior e o melhor! (:

    ResponderEliminar
  7. Oh, adorei :))
    que amor é que é constante? pois...

    ResponderEliminar
  8. os jogos do gato e do rato podem ter tanto amor por detrás.

    ResponderEliminar
  9. que estranho a página não abrir!
    https://www.facebook.com/marta.sousa.31508 adiciona-me que eu mostro-te a página.

    ResponderEliminar
  10. é mesmo!! foi tão bom chegar à quinta e ele estar lá :)

    ResponderEliminar
  11. https://www.facebook.com/events/447155532008448/?fref=ts

    ResponderEliminar
  12. muito obrigada, daniela

    ResponderEliminar
  13. oh :))
    - adorei este textinho *-*

    ResponderEliminar